Compartilhe!

Pesquisar neste blog

09 outubro, 2007

Poema do chamado

"sol, minha estrela guia
cadê você, minha filha
sai logo da frente da pia
e desliga este farol de milha
amiga minha

minha amiga
a internet é a sua viga
seu sustentáculo, sua liga
deixa de tanta briga
e vem logo ver sua amiga


amiga, amiga, amiga
é um crime deixá-la sozinha
amiga, amiga, amiga
apague a luz da cozinha


amiga, amiga, amiga
esqueça sua vizinha
amiga, amiga, amiga
assim você será só uma amiguinha"



___________
Hoje ganhei um poema da grande Fê!
Ela me chamava no MSN
enquanto eu derramava mágoas após a aula.
Chego, em casa, em frente ao monitor
e turulum a janelinha laranja pisca.
Era a Fê, querendo falar comigo.
Chamando em poesia
e eu nada!
Estava distante
derramando desconsolos.
o que posso dizer?
Amigaaaaaaaaaa adorei!
Agora eu estou aqui,
40 minutos depois,
sozinha, blogando.
E você já foi embora.
Volta Fê! Volta...

2 comentários:

Alena disse...

Amigaaaaaaaaaaaa, estas amigas da internet simplesmente estão nos dizendo: ei, vale a pena você estar viva!!!!!!!

Fernanda Ramirez disse...

hahahaha, eu já fui até aí, já voltei, e só agora eu vi... amigaaaa.... que vivam os poemas da madrugada!!!

Postagens populares

Total de visualizações de página