Compartilhe!

Pesquisar neste blog

15 julho, 2006

Um lugar para cada coisa...

Na madrugada, Kierkegaard revelou que para cada idéia, cada trabalho que realizava, tinha uma mesa específica preparada com papéis, pena e tinteiro. E, provavelmente, muitos livros. Ele era rico, e viveu para pensar, escrever e produzir. Morreu pobre, defendendo suas idéias e lutando por um mundo que considerava melhor, mais justo.

Seria uma forma de organizar melhor seus pensamentos?
Uma maneira de não se perder na fecundidade de sua existência?
ou apenas uma mania?

Sinceramente, eu saudavelmente o invejei.

Quisera eu ter espaço!
Para caber a minha loucura.
Para acolher minha lucidez.
Quisera eu ter estantes!
Para ninar meus preferidos.
Para mirar os desafetos.
Quisera eu ter mesas!
Para libertar os papéis e as tintas dos armários escuros.
Para concretizar minhas fantasias.
Quisera eu ter dinheiro!
Para dedicar meu tempo ao pensar.
Para mostrar ao mundo minha infinitude.
Ou, melhor, quisera eu não pensar!
para não precisar de espaço, estantes, mesas e dinheiro para criar.

Contudo, não posso lançar a maldição,
ainda me restam um laptop e um blog,
para esta vida não atrofiar ainda mais.

Soll

4 comentários:

Anônimo disse...

É amiga...calma lá com o andor!!!
Diria que "devagar se vai ao longe". ...Seus pensamentos me desafogam....por favor, permaneça pensando e blogando!
Beijos
Cacau

ALena disse...

Pensar, escrever e produzir = morrer pobre (desde sexta quero escrever isso aqui)
Pensar, escrever e produzir = morrer pobre.
Pensar, escrever e produzir = morrer pobre.
Pensar, escrever e produzir = morrer pobre.

Rebolar = aparecer na tv e naquela revista, ganhar fortunas.

Jogar futebol = patrocínio da nike.

Participar do BBB = 1000000 de reais.

Para todas as coisas existe mastercard, mas não para todas as pessoas...

Anônimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

Anônimo disse...

I find some information here.

Postagens populares

Total de visualizações de página