Compartilhe!

Pesquisar neste blog

23 março, 2010

As idéias e o fanatismo

Em si mesma, toda idéia é neutra ou deveria sê-lo; mas o homem a anima, projeta nela suas chamas e suas demências; impura, transformada em crença, insere-se no tempo, toma a forma de acontecimento: a passagem da lógica à epilepsia está consumada… Assim nascem as ideologias, as doutrinas e as farsas sangrentas. Idólatras por instinto, convertemos em incondicionados os objetos de nossos sonhos e de nossos interesses. A história não passa de um desfile de falsos Absolutos, uma sucessão de templos elevados a pretextos, um aviltamento do espírito ante o improvável. – Cioran, E. Breviário da Decomposição (Genealogia do Fanatismo).

Nenhum comentário:

Postagens populares

Total de visualizações de página