Compartilhe!

Pesquisar neste blog

19 janeiro, 2008

tempo tempo tempo tempo... quem é o senhor do tempo



Homenagem à Mafalda

Lá estava. Em pé. Na cozinha. Comendo fruta. Incrédula. Sentada na sala tomando água. Em frente a pia escovando os dentes. Entediada. Deitada no chão olhando o teto. Encurvada no teclado olhando para o WINDOWS LIVE MSN. Apatetada. Ao lado um telefone apita. Atrás o homem grita. Irritada. Em cima o vizinho pisa. Embaixo o chão gelado. Impertinente. Os olhos sob hipnose de pixels pendulares no monitor LCD-PC/TV-19". Salvem as baleias atoladas. Os cyborges me persegem. Cadê ela? O remédio acabou. O tempo parou. O tiro disparou. A humanidade abaixou. A febre amarela matou. A sopa esfriou. A risada voou. O dedo apertou. Fernanda editou. ou ou ou! a música parodiada começou. você já olhou. ou ou ou! viver de sim ou de ou?


oi amiga

diga ai

qual é o incrível?

é a vida. é bonita, é bonita

viver e não ter a vergonha de ser feliz

cantar e cantar e cantar

meu deus

acho que a vida devia ser bem melhor, e será

por isso eu repito: é bonita, é bonita, é bonita

e a ausente, a ausente o que é diga lá meu irmão

é procura de um apertão, é uma doce ilusão

mas e a ausente, ela é maravilha ou é sofrimento

alegria ou lamento, o que é o que é meu irmão

há quem diga que é um mistério profundo

é a Fernanda num silêncio absurdo

e por isso eu lanço a força da fé

quero a Fernanda aqui, pro que der e vier

sempre reclamando da sua TPM

que ninguém quer a mostra, só saúde e gozo

e a pergunta rola, e a Solange avisa

eu fico com pureza da resposta das crianças

vai brincar, vai sorrir e vai gozar

viver... e não ter a vergonha de ser feliz

teclar, e teclar e teclar

na certeza de ser uma enorme aprendiz

ah meu deus, eu sei, eu sei

que a internet devia ser bem menor

pra viver... e não ter a vergonha de ser feliz

mas isso não impede que eu reflita

ela existe, é bondosa e maravilhosa

há quem fale que a vida da gente é um nada no escuro

outros dizem que é um troço que se dá em um segundo

ou um vaso que se quebra no fundo

um silêncio que joga a cabeça no muro

numa atitude completa de dor

ela diz que a vida é comer

ele diz que amar é foder

ela diz que amada não é

e pra ele o verbo é correr

e por isso eu fico com força da Fê

vamos à psicanálise pra falar, tratar ou morrer

sempre curioooooooooosa

por mais que seja medrosa

ninguém quer verdade

só Solange e Nandoca

e a pergunta rola

e cabeça apita

tá na hora de fazer uma entrevista

eu fico com malvadeza da resposta social

tô fodida, tô ferrada, tô lascada

viver e não ter um emprego para viver

e pintar, e dobrar, e papear

na certeza de ser um pobre feliz

ai meu deus eu sei

que eu devo sorrir na entrevista

mas isso não impede que eu repita

ai que bosta, ai que bosta, ai que bosta!

mas isso não impede que eu re-repita

quero ser rica, quero ser rica, quero ser rica

Um comentário:

Fernanda disse...

tô aqui! tô aqui! tô aqui!
e também quero
ficar rica, ficar rica, ficar rica!

Postagens populares

Total de visualizações de página