Compartilhe!

Pesquisar neste blog

11 janeiro, 2008

Realizações virtuais não são reais?

Em suma, eu não consigo realizar um décimo do que eu gostaria na vida dita real. Construir de tijolos uma galeria para expor trabalhos (meus e de outros artistas) é um exemplo disso.


Então, vamo bora! Construir a Galeria Virtual Rigoller.

Não consigo grana nem editora (apesar de não ter tentado ainda rs) publicar meus vários livros? Então vamos ao livrão vitual da Solange.

Não posso dar em sala os conteúdos que acho mais relevantes à formação crítica do aluno? Então, vamos à sala de aula virtual de senso crítico.


Não tenho grana para anunciar na grande mídia e nem contratar agência de publicidade para divulgar meus negócios? Então, vamos ao blog institucional (empresarial).


A mídia não abre espaço às opiniões de anônimos? Então, vamos ao blog livre Idéias e Ideais (Criando Espaços!).

Falar sobre assuntos educacionais com os "pares" é difícil? Então, pegue um par e vá tomar um café virtual!


Não tenho grana para montar uma loja para vender meus produtos artesanais, minhas criações artísticas, etc? Então, uma vitrine virtual que pode gerar alguma procura.

Adoro conversar sobre literatura, livros, escritores e escrituras? Não temos em Brasília grandes movimentos sobre isso e quando há a panela é muito fechada? Vamos ao encontro virtual e ABERTO de escritores e recortes.

Aumentar a rede de amigos não anda muito fácil? Então, vamos nos conectar às redes virtuais de relacionamentos. Certamente, tem gente que vale a pena no meio da porcariada humana.


A faculdade que você trabalha não lhe oferece muitos recursos para dinamizar suas aulas? Então, vamos ao blog pedagógico! Facilita, interage e torna o trabalho/troca visível como deve ser. E, quando a disciplina findar, deixe-o por ai!

Montou um blog e ele tomou um rumo diferente do que você gostaria? Faça uma reciclagem. Por exemplo, tem um monte de coisas que a gente quer ler e não tem tempo na mesma hora em que encontra o texto, não é? Transforme seu velho blog em desuso em uma página de achados e perdidos. Pelo menos você irá preservar a natureza ao evitar de imprimir tudo que você gostaria de ler "amanhã" e naquele tempinho vago você brinca de remexer sua papelada virtual. Com certeza irá encontrar muita coisa interessante que você mesmo guardou para mais tarde.


E tem mais... muito mais....

A internet veio "democratizar" a criação. Melhor dizendo, possibilita recursos para executar criações e idéias que morreriam nos neurônios por falta de recursos. Hoje, se pode ter empresa virtual, ong virtual, dinheiro virtual e o que mais se imaginar.
Tomei a consciência de que a minha criação é vasta, mas minha execução também! Basta eu mesma ver o quanto produzo para os meus "negócios! virtuais"!.

Viva a internet, que ocupa as mãos, a cabeça e diminui em parte as frustrações da vida moderna, fragmentada e descartável. Cada um que encontre a sua maneira de agir, executar, fazer a diferença, se realizar, ser feliz, se sentir útil, ter lazer, viver...

No meu caso, o computador tem sido grande aliado! Sem contar as inúmeras terapias virtuais pelo MSN hahahaha.

Inté pessoal virtualmente real!

Nenhum comentário:

Postagens populares

Total de visualizações de página