Compartilhe!

Pesquisar neste blog

24 novembro, 2006

Um agosto passado...


Noite

Hoje dormimos juntos pela primeira vez. Minha pele e sua voz. Num descompasso no peito, enchi-me de ternura e tesão. O coração bombeava desejos, os pulmões se comprimiam ao ar quente do seu corpo teso. A derme tremulante a cada beijo molhado. Macio. Sua língua sapeca por meu céu sedento. Minha brancura entregue ao seu deleite. Seus olhos verdes fitando minhas sardas. Meus dentes conhecendo o seu pescoço. Nossas mãos apalpando a fantasia. O cheiro da afinidade teclada me recordava os ouvidos. O timbre da sua delicadeza. A cumplicidade de signos gêmeos. A ousadia da solidão. Rolávamos sob os lençóis da ansiedade. Uma, duas, três horas de excitação contida. O ar não sossegava. Os pensamentos voavam. O medo de ser feliz. O silêncio das canções. A penumbra das cavernas. Lembravam-nos de amar. Paixão. Amor. Afeto. Alguém especial. Seu sangue todo pulsando, o meu se renovando. Minha voz e sua pele, do outro lado. Perto. Longe. Logo chegou a manhã sonolenta e gosto ensolarado de alegria na boca. (Soll, agosto...)
_________________________
Tá meio melado, né!
Mas, parece que paixão aboba e tesão mela...
Ai, ai, ai... saudade piegas!
...Da alegria na boca....
_________________________

5 comentários:

Diogo disse...

Muito legal o seu blog. Gostei das idéias e do layout, tb. :)
Achei que pelo conteúdo vc devia ter um arteblog, já que parece gostar disso.

Cesar Cardoso disse...

Pois é, Soll.. a paixão aboba e mela, o tesão mela e aboba. E o mais inacreditável é que a gente sente falta quando está sem um e/ou outro...

eduardo disse...

a paixão é úmida, crianaça...

Jorge P.G. disse...

Puxa, menina! 'Tou exausto só de ler!

Um abraço

Jorge de Lisboa

Soll disse...

e vamos que vamos!!!!

Postagens populares

Total de visualizações de página