Compartilhe!

Pesquisar neste blog

22 novembro, 2006

Renato Russo



Reeditado recentemente, "Renato Russo, o trovador solitário", do jornalista e escritor Artur Dapieve (Ediouro), traça mais um perfil do consagrado músico do rock-pop-anos-80 da Legião Urbana. Mesclando depoimentos, entrevistas, recortes de jornais e letras de músicas (trechos) vai se construíndo um Renato, às vezes igual, noutras diferente daquele que "conhecemos".
___________________
Vai aí um pedacinho:
"...Ele estava boicotando o próprio trabalho", concluiria Rafael. E embora ele mesmo, os colegas de banda e os amigos tentassem preservar e proteger Renato, isso era impossível. Pois o inimigo não estava "lá fora". "A gente sabia muito bem do que protegê-lo: da própria cabeça", contaria Denise Bandeira. "A única coisa que funcionava com Renato era trabalhar, era transformar sua vida em arte, era compartilhá-la"[...] "A idéia era mantê-lo sempre ocupado", explicaria Dado [...] "Então, a gente sempre incentivou muito essas coisas, que engrandeciam, davam força para ele"...
____________________
"Você faz amor com 30 mil pessoas e vai para casa sozinho" (Janis Joplin)
____________________

Um comentário:

eduardo disse...

Interessante...

Postagens populares

Total de visualizações de página