Compartilhe!

Pesquisar neste blog

16 setembro, 2006

O hibisco

Imagem e texto por Solange Pereira Pinto
O hibisco
Nesta semana ganhei uma flor. Simples. Do gramado. Da redondeza.
Nesta semana ganhei um hibisco. Caído do galho. Da imensidão.
Nesta semana ganhei a flor-vermelha que estava entre o parque e o lar.
Chegou e me disse:
-- Olha, mamãe, o que eu trouxe para você! Beijou tímida minha face.
Olhos doces. Os dela. Entre minhas pilhas de papéis. Minhas urgências azedas.
Todos os dias uma pedrinha, um galho, um pirulito, um sorriso, uma flor.
Um jeito para chamar minha atenção. Arrancar-me da cadeira. Espantar minha loucura.
Lá vinha, eu, carregada diariamente no pensamento e no coração da minha filhinha.
Nesta semana ganhei a mim mesma, que ando tão distante do presente. Da lucidez.
Voltei a mim em forma de flor. De hibisco. Por que a criança me encontrou. Lá jogada na rua.

4 comentários:

Cesar Cardoso disse...

Aliás, as flores do cerrado que florescem na seca são lindas. Lindas. Lindas.

eduardo disse...

Lindo...simplesmente poético...

Alena disse...

Arrepiei até as pernas de tão lindo que achei. Maravilhoso.

Roger disse...

O texto está lindo. A foto está linda. Mas tu és uma artista, viu. Voltei lá pro Recanto, aquila é pior que codeína.Eheheeeh! Beijos sacrossantos, né.Roger.

Postagens populares

Total de visualizações de página